18/07/2017

9 PINS | LOOKS COM MEIA-CALÇA

Quanto tempo sem aparecer por aqui! Ainda estou sem computador, e usar no trabalho é muito complicado. Mas acredito que esse mês consigo resolver isso, e volto a blogar normalmente.


O post de hoje foi sugestão de uma leitora. Aproveitei que estava atualizando o Pinterest da loja e resolvi salvar algumas inspirações de looks com meia-calça porque agora parece que o inverno realmente chegou.
Eu sinceramente não gosto de frio, gosto de poder usar minhas roupinhas fofas sem ter preocupação com camadas de roupa. Por isso normalmente passo o inverno todo usando calça com tênis ou bota, e moletom por pura preguiça. Quem sabe o post de hoje também não me ajuda a pensar em combinações legais pra continuar a usar saias e vestidos nessa estação ;)

Estampas divertidas

1 / 2 / 3

Pra um look mais simples e com cores sólidas, a meia-calça pode ser a peça principal, e acrescentar humor e personalidade. Tem estampas bonitinhas pra todos os gostos, das mais discretas às mais chamativas. Eu amei a primeira <3

Vinho 

4 / 5 / 6

Vinho é uma cor com cara de inverno. Pode agregar cor à um look mais sóbrio (como o último), ou fazer parte de uma combinação super colorida como o primeiro. Meu look lá no comecinho do post também é uma forma de usar a meia-calça vinho. Coloquei uma meia branca normal pra esquentar mais os pés, e usei com um vestido floral de fundo azul. Acho que essas duas cores juntas ficam lindas.

Poás

7 / 8 / 9

Vamos disfarçar que a última meia é de corações e não poá. Mas a inspiração funciona do mesmo jeito porque já vi muitas meias de poá desse tamanho, acho que é a mais comum né? Falando sobre o primeiro look, é uma ótima forma de usar um look preto! Amei a meia com as bolas maiores, ela é discreta e ao mesmo tempo tão divertida! 

Pra ajudar na escolha da combinação, fiz uma pasta no Pinterest com mais de 40 ideias de looks com elas. Tem vários looks com meia mostarda (que também é linda!), azul verde...vários ideias desde os looks mais básicos, até combinações com várias cores e texturas. Pra conferir é só clicar aqui, espero que gostem!

09/06/2017

O que eu li em: Abril e Maio

Seguimos com minha meta de ler dois livros por mês. Deu certo dessa vez? Não tanto, mas valeu a pena :)
No post de hoje vou mostrar pra vocês o que li em Abril e Maio.


Abril

Dessa vez não consegui tirar foto dos livros individualmente (as gatas não deixaram), então vou colocar uma foto ilustrativa, ok?


Em Abril comecei a me "torturar" lendo Injustice. Digo tortura porque a história não está completa em português (acabaram de lançar o ano 2 aqui), e vamos ter que aguardar com ansiedade o desenrolar dos fatos (e eu não tenho maturidade pra isso haha). Segue a sinopse:

Superman é o maior herói da Terra. Mas quando o Homem de Aço não consegue proteger aquilo que mais ama, decide parar de tentar salvar o mundo... e começa a governá-lo. Agora, o Último Filho de Krypton está impondo a paz na Terra por todos os meios necessários. Só um homem se coloca entre Superman e seu poder absoluto: Batman. O Cavaleiro das Trevas vai usar qualquer método ao seu alcance para impedir seu ex-amigo de remodelar o mundo à sua imagem despedaçada...

Eu não sou uma super fã da DC, geralmente leio mais Marvel. Principalmente quando se trata do Superman, ele é o herói que eu menos gosto. Acho ele chato e sem graça, então nem costumo ler algo que seja só dele. Mas nessa história em especial eu consigo suportar o fato de ler algo sobre ele, e de odiá-lo por uma boa causa. Pra mim ele ganha mais personalidade e atitude (mesmo que sejam ruins), e ver o Batman (um dos meus heróis favoritos) lutando contra ele é formidável. Ele é inteligente demais! É muito legal ver a mudança do Superman, fiquei chocada em várias partes, porque não achava que ele era capaz de algumas coisas. E a HQ acaba no nada, fazendo você odiar o fato de não ter a continuação pra ler. Enfim, muito boa, mesmo!



Sim, acreditam que eu ainda não havia lido Extraordinário? Se você é como eu, só posso dizer que esse é um dos livros mais lindos e leves que eu já li. Segue a sinopse:

August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso, ele nunca havia frequentado uma escola de verdade - até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente - convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.

Não dá pra explicar o que você sente depois de ler esse livro. Ver a forma como o Auggie lida com as dificuldades com uma certa... inocência (?) faz você pensar se realmente tudo precisa ser a ferro e fogo. Será que é possível relevar mais coisas? Não implicar com tudo...perdoar sinceramente... e até aprender a se colocar no lugar dos outros, mas de verdade, não só da boca pra fora. O fato de você ler o ponto de vista de cada pessoa em certos capítulos te força a isso, e você percebe que o mundo não gira ao redor do seu umbigo. E por mais que muitas vezes você tenha razão, é melhor escolher ser gentil.


Maio


Nunca pensei que gostaria tanto de ler um livro em que o tema principal é robótica. E pasmem, no primeiro conto eu até chorei. Segue a sinopse:

Sensíveis, divertidos e instigantes, os contos de “Eu, robô” são um marco na história da Ficção-cientifica, seja pela introdução das célebres Leis da Robótica, pelos personagens inesquecíveis ou por seu olhar completamente novo a respeito das máquinas. Vivam eles na Terra ou no espaço sideral; sejam domésticos ou especializados, submissos ou rebeldes, meramente mecânicos ou humanizados, os robôs de Asimov conquistaram a cabeça e a alma de gerações de escritores, cineastas e cientistas, sendo até hoje fonte de inspiração de tudo o que lemos e assistimos sobre essas criaturas mecânicas.

Comprei esse livro por indicação (se não me engano da Melina, ou da Mari Santarém), e gostei demais da escrita. Eu demorei bastante pra ler ele porque realmente não estou acostumada com o tema, então sabe quando você tem se concentrar bem? As vezes quando eu leio livros juvenis, ou que são mais "bobinhos" eu desligo a mente, e leio por puro entretenimento. Não foi o caso desse, mas mesmo assim a leitura é gostosa. Em várias noites eu cheguei a sonhar com o que estava lendo, e até comecei a colocar na minha wishlist outros livros do autor.


Esses foram os livros que eu li nos últimos dois meses. Eu sei que meu ritmo de leitura é lentíssimo perto do de algumas pessoas, que conseguem ler 10 livros no mês, até mais. Mas eu sou realista comigo, e tenho outros afazeres, então não me frusto tentando fazer algo que simplesmente não rola pra mim. Enfim :)


Espero que tenham gostado do post, e das indicações :)
Beijo!

05/06/2017

Look: Candy colors

Estou tão feliz por estar conseguindo sair pra fotografar! São looks bem simples, que normalmente eu postaria só no Instagram. Mas eu quero deixar registrado aqui, porque essas saídas são pequenas vitórias pra mim. Mas enfim, quem sabe falo disso uma outra hora.


Semana passada fizemos uma personalização de um dos modelos mais amados da coleção antiga: o vestido Bolinha de Sabão. Fizemos ele em um poá mais delicado e incluímos uma golinha.
É incrível como pequenos detalhes transformam totalmente um vestido,

O modelo original <3


Criamos um visual todo delicado, com laço de chiffon no cabelo e sapato rosa com um laço também.




Fotografamos em frente ao Museu, um dos lugares mais lindos que tem aqui no centro de Pinda. E depois encontramos uma casinha no caminho com janelas fofas, e ninguém pode resistir à janelas fofas :)


Eu usei:

Laço - Forever 21
Sapato - Vizzano